Arquivo da categoria: aulas na cozinha

Happy (Apple) Pie Day!

Feliz dia da torta!

Bom, a explicação disso não vai ser nem simples, nem rápida. Então senta, pega um caderno e caneta, e se prepare porque aí vem!

Cof, cof! Vamos lá. O famoso, ou nem tanto, dia da torta acontece no dia 14/3. Nos EUA, só porque eles são estranhos e gostam de ser os “diferentinhos”, eles escrevem 3/14.

Agora vou te levar de volta às suas aulinhas de matemática do colégio, e te lembrar do π! Sim, aquela letrinha grega que chegou pra causar numa matéria que antes só se tratava de números! Não vou nem me arriscar a explicar o π, afinal eu fiz comunicação social. Mas em todo caso, os primeiros números do Pi são 3.14.

Estão entendendo? 3/14, 3.14. Sim, é por aí! Então esse é o dia do Pi! Mas pronunciando ele em inglês, fica igual a pie, torta! Então, dia da torta!! Viva, conseguimos!

Não sei vocês, mas depois dessa aula toda eu estou merecendo uma torta!

Escolhe uma receita e se divirta!

Anúncios

2 Comentários

por | 13 de março de 2014 · 14:11

uma viagem do Peru!

20121205-082305.jpg

Essas últimas duas semanas foram muito cheias de novidades, e pode ter certeza que tudo em breve será compartilhado aqui! Mas nesse momento estou fazendo coisas bem chatas tais como a na foto aqui de cima… Ta, NADA chatas! Um tur pelo Peru liderado por um peruano não é nada mal! Mas nem tudo são passeios e comilanças (mesmo que a maioria seja bem isso…). Hoje estou indo aprender tudo sobre doces peruanos com uma Chef Patissiere aqui de Lima! Então ainda mais novidades a caminho.

Enquanto isso, fico aqui tomando café da manhã com um papagaio que acha que é um cachorro e adora colo e carinho! Conheçam o Lorenzo!

20121205-085102.jpg

1 comentário

Arquivado em aulas na cozinha, aventuras culinárias, Peru, Viagem com Açúcar

a menina que gritava ‘voltei’!

Lembra daquela história do menino que gritava lobo? Chega um ponto que ninguém acredita mais nele e, em boa forma “conto-de-fadística”, é claro que naquele momento ele encontra um lobo de verdade. Então ele grita “LOBO! LOBO! Loobgjjuh….”, se é que vocês me entendem.

Bom, estou sentindo que já falei “voltei” tantas vezes nesse blog que é capaz de ninguém acreditar quando eu começar a gritar “BOLO! BOLO! BOLO!”! Tá, mentira. Na hora que envolve bolo acho que todo mundo resolve dar o benefício da dúvida…

Mas tá na hora de gritar de novo: VOLTEI! De New York, depois de ter passado o ano mais incrível da minha vida. E mais uma vez, VOLTEI: pro blog! Sério, juro. Desde que cheguei minha família vem colocando meu curso à prova, realizando todos os sonhos gastronômicos que eles possam ter!

Então vem acontecendo coisas por aqui como uma tal torta de chocolate sem farinha que chegou a ser feita três vezes na mesma semana.

Uma sessão francesa, com uma tarte tatin clássica e croissants, que foram cronometrados perfeitamente pra ficarem prontos na hora da chegada da família em casa.

O começo de um estudo de como fazer um simples Cinnamon Roll se transformar numa coisa totalmente diferente!

Muitos desses vão aparecer aqui de novo em breve, mas daí com a receita e como fazer! Sou assim boazinha. Tá, nem tanto. Tem uma dessas receitas entrando para o Hall das Receitas secretas, fazendo companhia para o brownie.

Mas enquanto isso vai a pergunta que faço pra minha família toda semana: o que vocês querem que eu faça?

Você tem algum pedido? Sempre quis fazer “X” e nunca soube como? Deixa que eu “Xiso” pra você e te ensino! Adoro sugestões!

Agora, não pense que é tudo que eu faço é ficar na cozinha. Dá pra fazer um bom tanto disso também:

Ahh, é bom estar em casa!

10 Comentários

Arquivado em aulas na cozinha, aventuras culinárias, Curitiba, doce vida, ICE, NYC

Formada!

20120308-095012.jpg

Um post oficial ainda vai vir, mas só queria compartilhar com vocês que me formei!! Acabou as aulas e aí está meu projeto final!
Com certeza o bolo mais colorido da noite e todo mundo sabia qual era o meu sem eu precisar falar!
O que vocês acharam do bolito?

Ps: sim, tudo é comestível! Porém, nada foi comido!

11 Comentários

por | 8 de março de 2012 · 9:52

10, 9, 8…

10. Isso, dez. É só isso que falta para acabar meu curso de pastry. 10 aulas. Como? Alguém me diz como passaram 90 aulas? Como já faz 6 meses que estou aqui? Como eu já estou trabalhando? Por que eu sou incapaz de achar um par de meias e estou sempre com elas desparceiradas?

Bom, acho que a resposta pra todas sou eu que tenho. E a da última vai ser pra sempre um mistério… Mas eu sei, e muito bem onde foram parar 90 aulas. Aqui, na minha cabeça. É impressionante parar para pensar como antes disso tudo eu sabia pouco sobre essa tal de cozinha que eu tanto amo! Que eu sempre soube comer, isso não havia dúvidas! Mas uau, como eu aprendi.

Por exemplo, passei de achar que strudel era uma sobremesa gostosa que minha vó fazia, para saber esticar uma massa sobre uma mesa inteira!

E a fazer perfeitos croissants, é claro!

Se tem uma coisa que faz as pessoas me olharem com uma cara estranha, é quando eu conto que não sou fã de pão. Desculpa, não gosto. Sanduíches? Não vejo graça nenhuma. Fazer o que, gosto é gosto e esse é o meu. Mas quando eu ia imaginar que eu ia amar fazer os tão desgostados pães? E ainda levar jeito pra coisa! Foram muitas e muitas baguetes, rolos e todo outro tipo de pão que você pode imaginar!

O mais legal é ver o próprio avanço! Por exemplo, o primeiro bolo que fizemos… que desastre. O maior desafio da vida era segurar aquele bolo de 5 kgs e cobrir com buttercream. O pulso doía, o bolo quase caia e o buttercream ia parar em todo lugar menos no bolo…

Algumas semanas depois deste primeiro bolo, estava na hora da prova prática! E olhe só a diferença! Ângulos retos, topo liso, decoração perfeita e é claro, aquela camada generosa de buttercream que esses americanos tanto gostam. Como diria minha chef, esse bolo merece 100! E foi o que ganhou!

É, o tempo passa, mas com ele vem muita coisa! E cada vez mais eu gosto, cada vez mais fico feliz com a minha escolha!

Logo, logo mostro os últimos passos das minhas aulas! Os últimos 10 passos…

14 Comentários

Arquivado em aulas na cozinha, aventuras culinárias, desastres na cozinha, doce vida, ICE, NYC

O tempo voa…

O tempo voa. É uma das frases mais batidas, mais faladas, mas mesmo assim é sempre cheia de significado. O significado aparece quando você abre o próprio blog e vê que fazem dois meses que não posta nada. Oi? Como assim? Semana passada eu cheguei em NY e estava postando! Mas peraí… quando eu cheguei aqui mesmo? Três meses atrás!!! Sim, o tempo voa, e em NY mais ainda! Todo mundo sabe que é a cidade que nunca dorme, mas também é a cidade que te mantêm acordado, fazendo coisas, conhecendo partes novas.

Bom, isso pra falar que, obviamente, muita coisa aconteceu nesses dois meses. E depois de tanto tempo sem postar, até pensei em desistir. Mas não só eu tenho uma mãe que me passa o recado de muitas pessoas no Brasil me perguntando o que aconteceu, mas também a quantidade de comentários que eu recebi de pessoas pedindo pra voltar, que eu não resisti! É fato vastamente conhecido que sou suscetível à elogios.

Mas voltar é difícil! O que contar? Bom, prometo tentar contar o máximo possível, mesmo que não seja em ordem cronológica…

Neste meio tempo, aprendi a fazer soufles que crescem absurdamente!

Aprendi depois de muito tempo e muita frustração a fazer conchas de decoração. Sério. Foi a coisa mais frustrante que eu tive que fazer nestes três meses de curso. Quase chorei quando eu finalmente consegui e está aí a prova! (De que eu consegui, não de que eu chorei. Isso seria humiliante.)

Aprendi a maneira certa de se cortar frutas. Nada tão difícil quanto fazer conchas. Menos emocionante também. Quer dizer, neste dia um dos alunos cortou o dedão fora e outra cortou a palma da mão. Resultado: dois alunos a menos na sala!

E com o este magnífico conhecimento conseguimos fazer coisas bonitas como essa:

Fui voluntária no StarChefs, que reúne todos os melhores chefs de Pastry dos EUA. Estava no meio do palco, ajudando os chefs na competição!

Conheci e (pasmem!) falei com dois dos chefs que eu mais gosto! Primeiro, o Zack! Quem viu Top Chef Just Desserts, ele era o fanático por glitter comestível, ou como ele chamava, disco dust! E também o lindo do Johnny Iuzzini. Oi, quer casar e ter filhos? Seu lindo!

O que mais… Minha avó da Itália veio me visitar! Oi, Nonna!

Fui colher maçãs em Connecticut com meus amigos… Esses americanos. Você vai num lugar e tem que pagar pra trabalhar… Vai entender!

Pegamos as maçãs e transformamos numa Tarte Tatin! Na verdade inventei uma receita e falei que era. Sim, eu menti. Lidem.

Aceitei uma nova filosofia de vida agora que tenho que arrumar a casa. Uma casa perfeitamente arrumada é  sinal de uma vida mal gasta. I HEAR YOU, DARLING!

E então comecei a me preparar, porque papai estava vindo me visitar!

E assim lá estava ele! Papi, pra passar alguns dias comigo!

E com ele, inexplicavelmente em pleno Outubro, veio a neve!

E claro que com ele, veio também as idas aos melhores restaurantes! Como nosso brunch no Balthazar, pra comer os melhores Ovos Benedict com salmão das nossas vidas!

Voltando às aulas! Arrasei no meu croquembouche!

E também nas minhas barquettes!

Ganhei o melhor presente dos últimos tempos da minha tia! Uma Kitchen Aid e Empire Red ainda por cima! Ai, como eu amo ela… Valeu tia Vivi!

Comecei a aprender a fazer pães e me surpreendi o quanto eu gosto disto!

Minhas amigas chegaram e fomos no show da Katy Perry, onde tudo cheirava a algodão doce!

E elas foram sortudas o suficiente de estarem aqui no dia em que fizemos croissants!

Claro que muitos dias estudando e saindo levam a pessoa a fazer certas coisas…

Well, a gente se diverte! Então era Thanksgiving e lá fui eu pra Connecticut, reencontrar minha host family 7 anos depois do meu intercâmbio! Fora o choque de ver as “crianças”, foi um feriado cheio de comida e, é claro, compras, já que era black friday! Passei na escola e reconheci muito do que eu conhecia enquanto estudava lá, e achei até fotos minhas! Consegue me achar?

E por último, para acabar esse post gigante, passei na sala onde, com 16 anos, tive minhas primeiras aulas de Baking & Pastry! E estava lá, tudo igual! Quem sabe foi lá onde tudo começou…

26 Comentários

Arquivado em aulas na cozinha, aventuras culinárias, dicas, doce vida, ICE, NYC

Leite, leite, leite! E um pouco de chocolate…

A aula oficialmente começou! Ontem, como a maioria das primeiras aulas, foi só orientação. Ou seja, chatinho. Mas hoje foi de verdade! Começamos com tudo, com uma degustação de laticíneos. Para confeitaria, eles são muito importantes, porque coisas como a quantidade de gordura na sua manteiga pode fazer toda a diferença, de um doce comum, para um extraordinário! Agora, se preparem. Nós não estávamos brincando em serviço. Olha só a quantidade de coisas que experimentamos:

20110922-235829.jpg

Leites, cremes, manteigas, queijos… Veio de leite, a gente comeu! E vou contar pra vocês… Quase desenvolvi uma intolerância a lactose! Claro que a gente só experimentava uma colher de cada, mas mesmo assim… No final das contas eu estava felicíssima que não tinha dado tempo de almoçar!

Seguindo, aprendemos a fazer cornets! O que é isso? São aqueles cones, que você faz apenas enrolando papel manteiga e usa para chocolates, glacês, etc. E eu consegui na primeira tentativa! Yey! Aí estão meus primeiros cornets!

20110923-000324.jpg

E logo, logo eu estava usando eles pra fazer mágica! Ou pelo menos desenhinhos bonitinhos… (ou nem tanto).

20110923-000513.jpg

Depois disso, hora de limpar e ir pra casa! E com lição de casa, é claro! Ou seja, papel manteiga, para fazer o máximo de cornets possível, pra se acostumar, e o chocolate mais delicioso do mundo pra gente treinar em casa!

20110923-000741.jpg

Metades deles eu fiz de olhos fechados, pra me acostumar! Tá bom, na verdade eu estava assistindo o primeiro episódio da nova temporada de Grey’s… Mas não estava olhando pro cornet, então vale, né? Né?

E lá fui eu treinar! O que eu descobri foi isso: linhas retas são mega difíceis! Consigo fazer todos os tipos de minhoquinhas, mas na hora de fazer um quadriculado… Oh, dear… Mas no final consegui treinar bastante!

20110923-001105.jpg

Por hoje é isso! Ainda tenho que ir ler alguns capítulos e memorizar algumas medidas… Afinal, nem tudo é chocolate!

8 Comentários

Arquivado em aulas na cozinha, aventuras culinárias, ICE, NYC, Viagem com Açúcar