O tempo voa…

O tempo voa. É uma das frases mais batidas, mais faladas, mas mesmo assim é sempre cheia de significado. O significado aparece quando você abre o próprio blog e vê que fazem dois meses que não posta nada. Oi? Como assim? Semana passada eu cheguei em NY e estava postando! Mas peraí… quando eu cheguei aqui mesmo? Três meses atrás!!! Sim, o tempo voa, e em NY mais ainda! Todo mundo sabe que é a cidade que nunca dorme, mas também é a cidade que te mantêm acordado, fazendo coisas, conhecendo partes novas.

Bom, isso pra falar que, obviamente, muita coisa aconteceu nesses dois meses. E depois de tanto tempo sem postar, até pensei em desistir. Mas não só eu tenho uma mãe que me passa o recado de muitas pessoas no Brasil me perguntando o que aconteceu, mas também a quantidade de comentários que eu recebi de pessoas pedindo pra voltar, que eu não resisti! É fato vastamente conhecido que sou suscetível à elogios.

Mas voltar é difícil! O que contar? Bom, prometo tentar contar o máximo possível, mesmo que não seja em ordem cronológica…

Neste meio tempo, aprendi a fazer soufles que crescem absurdamente!

Aprendi depois de muito tempo e muita frustração a fazer conchas de decoração. Sério. Foi a coisa mais frustrante que eu tive que fazer nestes três meses de curso. Quase chorei quando eu finalmente consegui e está aí a prova! (De que eu consegui, não de que eu chorei. Isso seria humiliante.)

Aprendi a maneira certa de se cortar frutas. Nada tão difícil quanto fazer conchas. Menos emocionante também. Quer dizer, neste dia um dos alunos cortou o dedão fora e outra cortou a palma da mão. Resultado: dois alunos a menos na sala!

E com o este magnífico conhecimento conseguimos fazer coisas bonitas como essa:

Fui voluntária no StarChefs, que reúne todos os melhores chefs de Pastry dos EUA. Estava no meio do palco, ajudando os chefs na competição!

Conheci e (pasmem!) falei com dois dos chefs que eu mais gosto! Primeiro, o Zack! Quem viu Top Chef Just Desserts, ele era o fanático por glitter comestível, ou como ele chamava, disco dust! E também o lindo do Johnny Iuzzini. Oi, quer casar e ter filhos? Seu lindo!

O que mais… Minha avó da Itália veio me visitar! Oi, Nonna!

Fui colher maçãs em Connecticut com meus amigos… Esses americanos. Você vai num lugar e tem que pagar pra trabalhar… Vai entender!

Pegamos as maçãs e transformamos numa Tarte Tatin! Na verdade inventei uma receita e falei que era. Sim, eu menti. Lidem.

Aceitei uma nova filosofia de vida agora que tenho que arrumar a casa. Uma casa perfeitamente arrumada é  sinal de uma vida mal gasta. I HEAR YOU, DARLING!

E então comecei a me preparar, porque papai estava vindo me visitar!

E assim lá estava ele! Papi, pra passar alguns dias comigo!

E com ele, inexplicavelmente em pleno Outubro, veio a neve!

E claro que com ele, veio também as idas aos melhores restaurantes! Como nosso brunch no Balthazar, pra comer os melhores Ovos Benedict com salmão das nossas vidas!

Voltando às aulas! Arrasei no meu croquembouche!

E também nas minhas barquettes!

Ganhei o melhor presente dos últimos tempos da minha tia! Uma Kitchen Aid e Empire Red ainda por cima! Ai, como eu amo ela… Valeu tia Vivi!

Comecei a aprender a fazer pães e me surpreendi o quanto eu gosto disto!

Minhas amigas chegaram e fomos no show da Katy Perry, onde tudo cheirava a algodão doce!

E elas foram sortudas o suficiente de estarem aqui no dia em que fizemos croissants!

Claro que muitos dias estudando e saindo levam a pessoa a fazer certas coisas…

Well, a gente se diverte! Então era Thanksgiving e lá fui eu pra Connecticut, reencontrar minha host family 7 anos depois do meu intercâmbio! Fora o choque de ver as “crianças”, foi um feriado cheio de comida e, é claro, compras, já que era black friday! Passei na escola e reconheci muito do que eu conhecia enquanto estudava lá, e achei até fotos minhas! Consegue me achar?

E por último, para acabar esse post gigante, passei na sala onde, com 16 anos, tive minhas primeiras aulas de Baking & Pastry! E estava lá, tudo igual! Quem sabe foi lá onde tudo começou…

Anúncios

26 Comentários

Arquivado em aulas na cozinha, aventuras culinárias, dicas, doce vida, ICE, NYC

Lady M

Hoje é feriado por aqui, então aproveitei meu dia de folga e vim para o museu! Claro que alguém pode argumentar que isso é um jeito elaborado de fugir de ter que fazer faxina e lavar roupa, mas negarei até o final! É pela cultura e pronto!

20110928-171326.jpg

Depois de quatro horas dentro do Metropolitan Museum of Art, só consegui passar por um quarto das exibições. Não que isso seja um problema, vou adorar uma desculpa pra voltar por aqui. Morando no Chelsea, minha vida acontece mais no Downtown mesmo, e raramente me aventuro pelas terras de Gossip Girl. Mas já estando por aqui, resolvi experimentar alguma confeitaria diferente. Com uma ajudinha do Yelp ( que é tudo! Explicarei mais outro dia), achei o Lady M!

20110928-171947.jpg

A fachada toda de vidro, só com o nome escrito, e já diz muito sobre o que você vai encontrar aqui dentro. Tudo bem clean, bolos lindos e gente linda ainda! E claro que estando na mesma quadra que Missoni, Betsy Johnson e Louboutin você pode esperar preços bem de Upper East Side. Ou seja, 14 dólares por um pedaço de bolo e um suco.

20110928-172617.jpg

O lugar é conhecido pelos bolos maravilhosos, como o de chocolate sem farinha e o bolo de Mousse de chá verde. Mas peguei o que é marca registrada deles, o Lady M Mille Crêpes! Gente, e devo dizer que tá valendo o preço! São varias panquecas finíssimas, recheadas com um creme levíssimo de baunilha e com uma cobertura caramelizada! É quase um creme brulee em forma de bolo!

20110928-173049.jpg

Uma delícia! Claro que é caro, e que se não fosse o meu almoço às 5 horas da tarde, não pagaria nunca. Mas se você quer uma experiência bem Gossip Girl e se paparicar um pouquinho, é uma ótima pedida!

Fica quase na esquina da 78th Street com a Madison.

14 Comentários

Arquivado em comendo por aí, dicas, NYC, Viagem com Açúcar

Leite, leite, leite! E um pouco de chocolate…

A aula oficialmente começou! Ontem, como a maioria das primeiras aulas, foi só orientação. Ou seja, chatinho. Mas hoje foi de verdade! Começamos com tudo, com uma degustação de laticíneos. Para confeitaria, eles são muito importantes, porque coisas como a quantidade de gordura na sua manteiga pode fazer toda a diferença, de um doce comum, para um extraordinário! Agora, se preparem. Nós não estávamos brincando em serviço. Olha só a quantidade de coisas que experimentamos:

20110922-235829.jpg

Leites, cremes, manteigas, queijos… Veio de leite, a gente comeu! E vou contar pra vocês… Quase desenvolvi uma intolerância a lactose! Claro que a gente só experimentava uma colher de cada, mas mesmo assim… No final das contas eu estava felicíssima que não tinha dado tempo de almoçar!

Seguindo, aprendemos a fazer cornets! O que é isso? São aqueles cones, que você faz apenas enrolando papel manteiga e usa para chocolates, glacês, etc. E eu consegui na primeira tentativa! Yey! Aí estão meus primeiros cornets!

20110923-000324.jpg

E logo, logo eu estava usando eles pra fazer mágica! Ou pelo menos desenhinhos bonitinhos… (ou nem tanto).

20110923-000513.jpg

Depois disso, hora de limpar e ir pra casa! E com lição de casa, é claro! Ou seja, papel manteiga, para fazer o máximo de cornets possível, pra se acostumar, e o chocolate mais delicioso do mundo pra gente treinar em casa!

20110923-000741.jpg

Metades deles eu fiz de olhos fechados, pra me acostumar! Tá bom, na verdade eu estava assistindo o primeiro episódio da nova temporada de Grey’s… Mas não estava olhando pro cornet, então vale, né? Né?

E lá fui eu treinar! O que eu descobri foi isso: linhas retas são mega difíceis! Consigo fazer todos os tipos de minhoquinhas, mas na hora de fazer um quadriculado… Oh, dear… Mas no final consegui treinar bastante!

20110923-001105.jpg

Por hoje é isso! Ainda tenho que ir ler alguns capítulos e memorizar algumas medidas… Afinal, nem tudo é chocolate!

8 Comentários

Arquivado em aulas na cozinha, aventuras culinárias, ICE, NYC, Viagem com Açúcar

Here we go!

É hoje! É agora! Daqui a uma hora estarei na ICE para começar o curso de Pastry & Baking! Estou mega animada, não vejo a hora de entrar naquelas cozinhas que vejo todos os dias a caminho da aula de administração! E com o cheiro que sai delas fica bem difícil de ignorar!

Estarei lá, com meu uniforme, com meu nome, nome da escola…

20110921-111419.jpg

Muito oficial!

Wish me luck!

12 Comentários

Arquivado em aulas na cozinha, doce vida, NYC, Viagem com Açúcar

Godiva Strawberry

Morando no Brasil, muitas vezes tem uma marca, ou produto que a gente glamuriza. Seja porque vemos sempre em filmes, ou porque chega em terras tupiniquins com preços absurdos. E sempre é uma surpresa chegar nos EUA e ver que por aqui são coisas super normais.

Um exemplo disso é a Godiva. Chocólatras de plantão vão saber que é uma marca de chocolate super famosa e uma delícia! Mas que por aqui tem por todo canto. Sério. Todo canto. Você vai no supermercado: Godiva. Você vai num café: Godiva. Você vai numa livraria: Godiva. Não me entendam errado, eu não estou reclamando! Longe disso! Acho lindo! Ainda mais porque tem várias lojas espalhadas pela cidade, e é lá que a verdadeira mágica acontece: morangos mergulhados em chocolate Godiva. Yes, please! 

Quem sabe na foto falte algo para comparar, mas os morangos são gigantes! Escolho acreditar que eles crescem tanto assim porque sabem que vão ser mergulhados em Godiva! Quem sabe eu também teria crescido mais e ficado com altura normal se alguém tivesse ameaçado me mergulhar em Godiva… Nunca saberemos!

Bom, voltando ao assunto! Eles colocam em pacotinhos de papel e lá vem a delícia!

Agora é só passear por aí comendo morangos… No nosso caso estávamos na Quinta Avenida.

Mas você pode achar esses morangos pela cidade toda, mas atenção! Eles fazem uma vez por dia e quando acaba, acaba! Só no dia seguinte!

(Aquela coisa verde na minha mão é um Green Iced Tea Latte. Estou experimentando todas as bebidas do Starbucks pra ver qual será minha preferida. Essa eu achei uma delícia! Minha mãe e minha tia não gostaram. Mas pode ser que ela ser verde tenha tido alguma coisa a ver com isso…)

13 Comentários

Arquivado em comendo por aí, doce vida, NYC, Viagem com Açúcar

Bubby’s + Onze de Setembro em NY

Não faz muito tempo que estou aqui e já parece que faz muito tempo que eu não posto! Mas com aulas de manhã e uma mãe e uma tia que querem conhecer NY inteira em 10 dias a tarde, as coisas tendem a ficar um pouco atarefadas… Mas estou amando as aulas, e conhecer a cidade, então tudo bem! Como vocês podem imaginar, estamos comendo muito também! Então já estou pronta pra começar a dar dicas!

20110913-080338.jpg

Como o mundo inteiro sabe, domingo fizeram 10 anos desde o ataque de onze de Setembro. E devo dizer que foi uma experiência passar por isso aqui, onde tudo aconteceu. Por todo lado você via lembretes do que aconteceu, como no Rockefeller Center, que tirou todas as bandeiras dos países ao redor do mundo e substituiu por bandeiras americanas.

20110913-080413.jpg

Nas vitrines e nos quadros negros que ficam fora dos restaurantes, todos tinham uma imagem ou mensagem em homenagem à aqueles que morreram e suas famílias. E por todo lado ainda tinha um pouco de medo. Sempre que passava um caminhão dos bombeiros ou da policia, que aqui é tão comum, você via uma reação diferente das pessoas… Por isso recebemos ordem de ficar bem quietinhas em casa. Então, o que fizemos? Fomos parar a algumas quadras do Ground Zero! Só porque somos rebeldes! Uma experiência que eu estava louca pra ter um NY era o do brunch de domingo! Então escolhi o Bubby’s!

20110913-200253.jpg

Tem duas localizações, no Tribeca e no Brooklyn. O primeiro era mais perto, tanto de casa quanto do Ground Zero, então… O lugar é lindo, cheio de janelas e detalhes charmosinhos. Super aconchegante e com um staff bem atencioso! Aliás, foi o primeiro que nos avisou que as porções eram grandes! Então pedimos dois especiais de brunch e ta-dá!

20110913-201444.jpg

Devo dizer que foram as melhores panquecas que eu já comi na vida! Maravilhosas! E comum maple syrup orgânico também que era inacreditável! Em três tentamos comer os dois pratos inteiros e não conseguimos! Ainda queríamos experimentar as tortas e bolos pelas quais eles são conhecidos, mas isso vai ter que ficar pra próxima…

20110913-201944.jpg

Fica então a primeira dica! Bubby’s é um ótimo brunch, mas tome cuidado, pois dizem que lota muito na maioria dos finais de semana e não aceitam reservas! Mas mesmo que tenha algum tempo de espera, vale a pena! É o verdadeiro café da manhã americano!

2 Comentários

Arquivado em comendo por aí, dicas, NYC, Viagem com Açúcar

A vida segundo meu IPhone

Os últimos dias segundo meu IPhone:

1.uma cachorrinha não querendo me deixar ir embora.

2. o pânico de ver que meu voo de 10h e meia não tinha televisões individuais. Que coisa mais retro!

3. um jantar muito gostoso! (para ser comida de avião, é claro!)

4. agora, o café da manhã… Sério, uma banana?

5. Uma fila de imigração gigantesa às 6 e meia da manhã… Mas até celebridade pega fila! Olha quem tava do meu lado na fila: Oi, Guga!

6. Pegando um táxi com TV. Ai, que lindo!

7. E então, lá no fundo, eu enxergo NY!

8. Olá, ICE!! Nice to meet you!

9.  Meu novo vizinho, o Flat Iron Building. Hello, there!

10. Food trucks everywhere!

11. Almoçando às 17h. Mas um burrito que estava demais! Mas gostei até mais do guardanapo. Nele diz que os guardanapos são 90% de material reciclado, então aquele podia ter sido uma conta de luz ou uma multa de trânsito na vida passada. Forgive & forget.

Agora vou acabar de desfazer a mala, que por algum motivo está demorando um ano. Será porque eu trouxe roupa para um ano? Hum… Depois vou sair por aí!

8 Comentários

Arquivado em comendo por aí, doce vida, NYC, Viagem com Açúcar