Arquivo da tag: calda

Cinema com Açúcar – Minhas Mães e Meu Pai + Papo de Anjo

minhas mães e meu pai

Depois de Cisne Negro, vamos falar hoje de Minhas Mães e Meu Pai. Como é um filme que trata de família, nada mais justo que juntar com uma receita de família, Papo de Anjo feito de um jeito diferente.

Confesso que quando fui ver o filme foi por indicação da minha mãe, que tinha me dito que era “bacaninha”. E realmente,  meses depois, eu ainda lembro dele como bacaninha. Pra mim, até agora, é a interrogação dos indicados. Mas vamos lá!

o casal

O filme é sobre um casal de lésbicas que parece ter a vida perfeita. Juntas há anos, uma vida tranquila e dois filhos: cada um concebido por uma, mas com o mesmo doador de esperma. Mas essa vida que parece tão balanceada é sacudida quando os filhos, já adolescentes, decidem encontrar o pai biológico.

“pai”

E quando o pai, ou melhor, o doador, entra na história, começa-se a perceber que as crianças são mais parecidas com ele do que as mães gostaria de imaginar. A partir daí, eles começam a se tornar uma família disfuncional e ter que enfrentar questões que até lá não precisavam ser discutidas.

família

O filme realmente é de uma sensibilidade incrível e conta a história de maneira muito verdadeira e baseada nos valores familiares. Se tornou o queridinho dos críticos e fez sucesso tanto no festival de Berlin quanto no de Sundance. Os atores estão muito bem, embora seja suspeita para falar sendo que eu tenho um fraco tanto pelo Mark Ruffalo quanto pela Julianne Moore, que foi minha parte preferida do filme. E é claro, o filme rendeu indicação de Melhor Atriz para a Annette Benning.

A minha sugestão é que se ainda faltam muitos filmes para você assistir até o Oscar, deixe este para pegar no DVD quando tiver mais tempo.

Agora vamos para a receita!

Papo de Anjo

Esta receita me leva a uma coisa que eu acho impressionante na minha avó. Eu lembrava de comer essa sobremesa na casa dela anos atrás, mas com a fase onde o ovo foi o vilão da saúde, ela foi esquecida. Pedi pra ela me ensinar a fazer e ela descobriu que não tinha a receita, simplesmente porque nunca havia escrito uma. E mesmo assim, anos depois, ela lembrava! Pra mim, que nunca lembro o que eu comi no dia anterior, isso é impressionante.

Ingredientes

ovos ovos ovos

17 gemas

1 ovo inteiro

1 1/2 colher de sopa de farinha de trigo.

Bata tudo isso junto até formar uma massa consistente. Sorte de quem tiver uma batedeira planetária nessa hora. Quando ficar numa consistência de massa, é só colocar uma colher rasa em cada forminha untada. Essa massa dá aproximadamente uns 50 papos de anjo.

Depois, são 8 minutos no forno a 200º. Eles crescem bastante, por isso uma colher de sopa rasa é suficiente.

Enquanto isso, faremos a calda, que não poderia ser mais fácil. 4 xícaras de açúcar com 2 xícaras de água. Se você tiver como, pegue um galho de limoeiro e coloque junto. O meu avô tem no seu jardim esse limoreiro lindo aí de baixo, então claro que a gente aproveitou. Se não tiver, não tem problema nenhum. Acredite que o resultado ainda vai ser delicioso! Deixe ferver tudo junto até dissolver tudo mas ainda esteja bem líquido.Depois, assim que eles saem do forno, é só colocar na panela que tem a calda, e deixar um pouco de cada lado. Só o suficiente para eles pegarem bastante calda, mas não demais para eles não ficarem moles demais. Tire e coloque numa grade ou peneira, e deixe secando até o dia seguinte.

Enquanto você embebe eles na calda já vai ver o lindo tom de dourado que eles ficam. A diferença deste Papo de Anjo para a maioria que se come por aí é que ele não fica na calda. Mas como ele já foi preenchido com ela, vai ficar maravilhosamente macio por dento e crocante por fora, onde a calda carameliza. Hum, acho que vou lá experimentar um…

Papo de Anjo

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em aventuras culinárias, Cinema com Açúcar, dicas, passo a passo, receita

One apple a day…

Semana passada cheguei em casa da academia e encontrei isso:

maçãs

Bom, quem sabe uma pessoa normal olharia para essas maçãs e, depois de uma tarde de exercício, apenas pegaria uma e continuaria o seu caminho. Mas eu não. Que graça teria? Eu olho para essas maçãs e penso: como posso transformar essas lindas e saudáveis frutas em algo mais gordinho e delicioso? E com uma rápida passada na minha querida Bakerella ache esta receita de um bolo rápido e fácil!

Gostaria de tirar um minuto para falar que embora eu chame a Bakerella de querida, nossa relação é puramente platônica. Ela não sabe que eu existo. É um problema.

Mas continuando! Começamos descascando e tirando os caroços das maçãs! Agora, se você não for a mulher do Tom Hanks em Sintonia do Amor, que consegue tirar a casca da maçã inteira numa faixa só, eu recomendo usar o mesmo descascador que você usa para as cenouras. Rápido e prático.

descascando

Depois de descascada é só picar em quadradinhos e picar também as nozes.

preparados

Depois disso é só misturar todos os outros ingredientes, e no final a maçã e as nozes. Fica uma massa bem pesada, mas não tenha medo! É assim mesmo. Depois disso é só forno por 40 minutos.

golden

Esse é o tipo de bolo que enquanto assa preenche a casa inteira com cheiro de maça, canela e, é claro, bolo! Ele sai lindo e dourado e seria maravilhoso apenas cortar e comer um pedaço… Mas ele ainda não está pronto!  Vamos continuar. Agora furamos o bolo inteiro.

furando

Para que servem os furos, você me pergunta. Para a calda entrar, é claro, eu lhe respondo!

calda

A calda é feita de manteiga, açúcar mascavo e leite, e eu devo confessar que não fiz nem metade do que manda a receita. Mas isso porque eu conheço meu público, e sei que se o bolo ficasse doce demais não ia agradar aqui em casa. Mas ei! Se eu morasse sozinha também faria a calda inteira!

absorvendo

Depois é só esperar um pouco para que a calda consiga entrar por todos os buraquinhos e voilà!

bolo de maçã

Molhadinho por cima e levinho por dentro. Perfeito!

3 Comentários

Arquivado em aventuras culinárias, dicas, receita