Arquivo da tag: dica

Dica Curitiba: Chokolat

DSC_0049

Parece que está virando rotina, mas lá fui eu conhecer mais um lugar que estavam me indicando por todos os lados! Primeiro foi o próprio Barista do post anterior que falou que eu tinha que ir lá conhecer, depois foram vários check-ins, fotos e comentários no Facebook. Então minhas lombrigas amantes de delícia falaram mais alto e quando eu vi, já estava lá!

Cheguei na Chokolat e fui recebida por um exército de bomboms e trufas logo na entrada. Já percebi que era o meu tipo de lugar!

chokola3 chokola2

A decoração é toda uma graça, com aquele tipo de geladeira mega antiga que é o sonho de consumo da minha casa imaginária! Sem falar na luminária de talheres, que é uma ideia genial!

chokola1chokola4

Tá, tudo lindo, lindo, lindo, mas eu estava lá pra comer! Então achei um cantinho do lado da janela pra cozinha, que aliás é uma daquelas coisas que eu adoro, e me abanquei!

chokola6

Já sentadinha, veio a pergunta que pra mim muda toda a visão de um lugar: “Você aceita um copo d’água?”. Isso mesmo, água, cortesia. Ai, que coisa linda! Por mais que isso lá fora seja a coisa mais comum de todas, aqui no Brasil água é engarrafada e… paga. Fazer esse mimo já começou a me ganhar!

chokola7

Tá vendo o café com complexo de Guinness do lado? Consultoria do Leo Moço e delicioso!

Bom, mas até aí não tinha comido nada! Resolvi pegar o que tinham tanto me falado de lá e, com muita dor no coração, passei por várias opções deliciosas e peguei o croissant! Olha, eu faço o melhor croissant do mundo (fonte: minha avó) mas vou dizer que esse é muito bom! Quentinho, amanteigado por dentro e crocante por fora! Vem com um potinho de manteiga, mas nem precisa! Mas quem estamos tentando enganar, já falei várias vezes que manteiga nunca é demais e passei por cima!

chokola8

Mesmo depois dessa maravilha, não ia sair de lá sem um doce! Não consegui escolher um só chocolate, então peguei o menu degustação. Não me julguem.

chokola9

Amarena Cherry, Pistache, Chai e Morango com Grand Marnier! Todos uma delícia, mas quem já me viu falando over and over again que chocolate branco não é chocolate, vai me ver mordendo a língua porque com certeza foram os meus preferidos. Acho que o gosto do Chai podia ser um pouco mais forte!

Mais algumas coisas legais: o lugar é super laptop friendly, dá pra sentar e tomar seu café da tarde enquanto trabalha numa boa! E não só isso, eles também são pet friendly, ou seja, você pode levar seu cachorrinho com você! Viva dogs nos cafés!

Se for lá, me conta o que achou? E tem alguma dica de Curitiba? Deixa aí que eu vou conferir! =D

 

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Curitiba, dicas, doce vida

Livros com Açúcar – Mastering the Art of French Cooking

DSC_0670

Quando comecei esse blog, fazia poucos meses que o filme Julie e Julia tinha sido lançado. Como era de se esperar recebi alguns comentários de ‘Uau, igual no filme!’. Pra falar a verdade uma coisa não teve nada a ver com a outra, o começo do blog foi mais ao acaso que inspirado em alguém.

Mas quanto mais a minha vida na cozinha foi passando, mais e mais eu fui me identificando com a Rainha Child. Uma mulher que acredita que qualquer um pode cozinhar, que os erros na cozinha nunca aconteceram se ninguém ver. É quase como ela transformasse o famoso “se uma árvore cai na floresta e ninguém escuta, ela faz barulho?” em “se a omelete se espatifa quando você tenta virar ela na cozinha, alguém vai saber quando você servir ovos mexidos na mesa?”.

Como essa mulher é quase minha irmã de alma, nada mais justo que o primeiro post do Livros com Açúcar fosse dela! Esse livro aí foi comprado numa das minhas lojas preferidas de NY, a Alabaster Bookshop, uma minúscula livraria de livros usados. Daquelas que tem tudo, desde primeiras edições assinadas pelos autores a cópias de Crepúsculo sendo doadas do lado de fora. E que isso é o que você encontra dentro dela não atrapalha também.

IMG_1385

E foi lá que eu encontrei essa belezura! Já teria sido o suficiente que era um livro que eu sempre quis, com cara de antigo e que custava só 10 dólares! Mas não, ele é muito mais que isso. Uma coisa que eu descobri muito recentemente é que ele é a SEGUNDA EDIÇÃO! Sim, e eu paguei 10 dólares. Choquem.

DSC_0675

Mas as coisas legais desse livro não param aí! Ele veio com pedacinhos da pessoa que tinha ele antes! Como assim? Dentro das páginas vieram guardadas receitas xerocadas e com anotações, e também jornais antigos com recortes de receitas.

PicMonkey Collage

Sou só eu que acho essas coisas antigas mega românticas? Fico imaginando essa mulher, vestindo seu avental, de pé na sua cozinha aprendendo com a Julia. E cá estou eu, quase 55 anos depois fazendo a mesma coisa. Como não ver a beleza disso??

Então vamos dar as mãos e fazer um passeio romântico no tempo e na cozinha com a Julia, e aprender a fazer o Mousse de Chocolate! E pela primeira vez no blog, em vídeo!

Vejam como fazer e ainda aproveitem minha maravilhosa imitação da Julia!

E sabem, aquele esquema de sempre! Se gostar do vídeo, entra lá no youtube, dá um like, assina o canal, manda pra todas as mulheres da família e pros homens seletos que se aventuram na cozinha. Sabe, quase nada!

Os Ingredientes seguem abaixo!

170g de chocolate meio amargo
170g de manteiga
170g de açúcar
4 ovos (claras e gemas separadas)
2oz ou 60ml café
uma pitada de sal
1/2oz ou 15ml de Rum

5 Comentários

por | 23 de setembro de 2013 · 15:27

Lady M

Hoje é feriado por aqui, então aproveitei meu dia de folga e vim para o museu! Claro que alguém pode argumentar que isso é um jeito elaborado de fugir de ter que fazer faxina e lavar roupa, mas negarei até o final! É pela cultura e pronto!

20110928-171326.jpg

Depois de quatro horas dentro do Metropolitan Museum of Art, só consegui passar por um quarto das exibições. Não que isso seja um problema, vou adorar uma desculpa pra voltar por aqui. Morando no Chelsea, minha vida acontece mais no Downtown mesmo, e raramente me aventuro pelas terras de Gossip Girl. Mas já estando por aqui, resolvi experimentar alguma confeitaria diferente. Com uma ajudinha do Yelp ( que é tudo! Explicarei mais outro dia), achei o Lady M!

20110928-171947.jpg

A fachada toda de vidro, só com o nome escrito, e já diz muito sobre o que você vai encontrar aqui dentro. Tudo bem clean, bolos lindos e gente linda ainda! E claro que estando na mesma quadra que Missoni, Betsy Johnson e Louboutin você pode esperar preços bem de Upper East Side. Ou seja, 14 dólares por um pedaço de bolo e um suco.

20110928-172617.jpg

O lugar é conhecido pelos bolos maravilhosos, como o de chocolate sem farinha e o bolo de Mousse de chá verde. Mas peguei o que é marca registrada deles, o Lady M Mille Crêpes! Gente, e devo dizer que tá valendo o preço! São varias panquecas finíssimas, recheadas com um creme levíssimo de baunilha e com uma cobertura caramelizada! É quase um creme brulee em forma de bolo!

20110928-173049.jpg

Uma delícia! Claro que é caro, e que se não fosse o meu almoço às 5 horas da tarde, não pagaria nunca. Mas se você quer uma experiência bem Gossip Girl e se paparicar um pouquinho, é uma ótima pedida!

Fica quase na esquina da 78th Street com a Madison.

14 Comentários

Arquivado em comendo por aí, dicas, NYC, Viagem com Açúcar

Godiva Strawberry

Morando no Brasil, muitas vezes tem uma marca, ou produto que a gente glamuriza. Seja porque vemos sempre em filmes, ou porque chega em terras tupiniquins com preços absurdos. E sempre é uma surpresa chegar nos EUA e ver que por aqui são coisas super normais.

Um exemplo disso é a Godiva. Chocólatras de plantão vão saber que é uma marca de chocolate super famosa e uma delícia! Mas que por aqui tem por todo canto. Sério. Todo canto. Você vai no supermercado: Godiva. Você vai num café: Godiva. Você vai numa livraria: Godiva. Não me entendam errado, eu não estou reclamando! Longe disso! Acho lindo! Ainda mais porque tem várias lojas espalhadas pela cidade, e é lá que a verdadeira mágica acontece: morangos mergulhados em chocolate Godiva. Yes, please! 

Quem sabe na foto falte algo para comparar, mas os morangos são gigantes! Escolho acreditar que eles crescem tanto assim porque sabem que vão ser mergulhados em Godiva! Quem sabe eu também teria crescido mais e ficado com altura normal se alguém tivesse ameaçado me mergulhar em Godiva… Nunca saberemos!

Bom, voltando ao assunto! Eles colocam em pacotinhos de papel e lá vem a delícia!

Agora é só passear por aí comendo morangos… No nosso caso estávamos na Quinta Avenida.

Mas você pode achar esses morangos pela cidade toda, mas atenção! Eles fazem uma vez por dia e quando acaba, acaba! Só no dia seguinte!

(Aquela coisa verde na minha mão é um Green Iced Tea Latte. Estou experimentando todas as bebidas do Starbucks pra ver qual será minha preferida. Essa eu achei uma delícia! Minha mãe e minha tia não gostaram. Mas pode ser que ela ser verde tenha tido alguma coisa a ver com isso…)

13 Comentários

Arquivado em comendo por aí, doce vida, NYC, Viagem com Açúcar

Bubby’s + Onze de Setembro em NY

Não faz muito tempo que estou aqui e já parece que faz muito tempo que eu não posto! Mas com aulas de manhã e uma mãe e uma tia que querem conhecer NY inteira em 10 dias a tarde, as coisas tendem a ficar um pouco atarefadas… Mas estou amando as aulas, e conhecer a cidade, então tudo bem! Como vocês podem imaginar, estamos comendo muito também! Então já estou pronta pra começar a dar dicas!

20110913-080338.jpg

Como o mundo inteiro sabe, domingo fizeram 10 anos desde o ataque de onze de Setembro. E devo dizer que foi uma experiência passar por isso aqui, onde tudo aconteceu. Por todo lado você via lembretes do que aconteceu, como no Rockefeller Center, que tirou todas as bandeiras dos países ao redor do mundo e substituiu por bandeiras americanas.

20110913-080413.jpg

Nas vitrines e nos quadros negros que ficam fora dos restaurantes, todos tinham uma imagem ou mensagem em homenagem à aqueles que morreram e suas famílias. E por todo lado ainda tinha um pouco de medo. Sempre que passava um caminhão dos bombeiros ou da policia, que aqui é tão comum, você via uma reação diferente das pessoas… Por isso recebemos ordem de ficar bem quietinhas em casa. Então, o que fizemos? Fomos parar a algumas quadras do Ground Zero! Só porque somos rebeldes! Uma experiência que eu estava louca pra ter um NY era o do brunch de domingo! Então escolhi o Bubby’s!

20110913-200253.jpg

Tem duas localizações, no Tribeca e no Brooklyn. O primeiro era mais perto, tanto de casa quanto do Ground Zero, então… O lugar é lindo, cheio de janelas e detalhes charmosinhos. Super aconchegante e com um staff bem atencioso! Aliás, foi o primeiro que nos avisou que as porções eram grandes! Então pedimos dois especiais de brunch e ta-dá!

20110913-201444.jpg

Devo dizer que foram as melhores panquecas que eu já comi na vida! Maravilhosas! E comum maple syrup orgânico também que era inacreditável! Em três tentamos comer os dois pratos inteiros e não conseguimos! Ainda queríamos experimentar as tortas e bolos pelas quais eles são conhecidos, mas isso vai ter que ficar pra próxima…

20110913-201944.jpg

Fica então a primeira dica! Bubby’s é um ótimo brunch, mas tome cuidado, pois dizem que lota muito na maioria dos finais de semana e não aceitam reservas! Mas mesmo que tenha algum tempo de espera, vale a pena! É o verdadeiro café da manhã americano!

2 Comentários

Arquivado em comendo por aí, dicas, NYC, Viagem com Açúcar

Cinema com Açúcar – Comer, Rezar, Amar

comer rezar amar

Confesso que quando começaram a falar deste livro tive um daqueles momentos “não li e não gostei”. Pelo título achava que deveria ser muito auto-ajuda para o meu gosto. Mas então começou todo o burburinho sobre o filme que ia ser lançado. Agora, duas coisas que você deve saber sobre mim: 1) faço tudo que posso para ler o livro antes de ver o filme. 2) Se tem um filme de menininha, eu vou assistir!

Com essa combinação comecei a ler, e fiquei impressionada! Ela tem um jeito de escrever que é tão honesto e realista que te faz parar a cada 5 minutos e dizer “nossa, é verdade!”. Você se identifica e simpatiza com muitas partes das história. Embora quem sabe seja um livro muito direcionado para mulheres, fala de assuntos como amor e espiritualidade, que todo mundo pode se relacionar. Como diria uma amiga minha que também está lendo o livro “não é a toa que vendeu mais de 5 milhões de cópias!”.

Foi assim então que, um dia depois de um filme cheio de zumbis e muito sangue, fui ver o filme. Estava precisando desesperadamente de momentos de menininha. E foi o que consegui. O filme definitivamente não tem atinge o espectador assim como o livro faz com o leitor, mas mesmo assim é uma delícia.

Elizabeth Gilbert ( ou Julia Roberts!)

O filme é autobiográfico, e conta a história de Liz Gilbert, que depois de um divórcio e um caso de amor dado errado, decide que precisa mudar alguma coisa na sua vida, e parte numa viagem de auto descobrimento para Itália, Índia e Bali. Então, assim como o livro, o filme é dividido em três partes.

Comer

Começamos conhecendo Liz e tudo que ela passou. Então vemos ela começar a sua jornada que tem como ponto de partida Roma, onde ela vai ficar 4 meses. Esta é a parte do livro, e do filme, que mais me identifiquei! Por tudo que ela passa e, é claro, pela comida! Ter família em Roma também ajudou, para reconhecer os lugares e as comidas! É uma delícia ver no filme as refeições que ela faz, e com muito gosto!

a melhor pizza

Rezar

Ela chega na Índia e começa a procurar sua espiritualidade. Pra mim valeu muito pelas conversas que ela tem com ela mesma e pelo Richard, do Texas!

Amar

Em Bali, ela se torna aluna de um curandeiro e, é claro, conhece o seu par romântico!

love

O resultado é um filme que perde muito da graça e da identificação do livro, mas mesmo assim é gostoso de assistir. Pra quem leu tem muitos momentos que você reconhece palavra por palavra, mas também outros que foge completamente. Mesmo assim, continua sendo uma história verídica da vida de uma mulher, e acredito que muitas mulheres vão se identificar.

É engraçado ver o Javier Barden tentando se passar por brasileiro e não conseguindo muito. Os lugares são lindos e você sai do filme com vontade de sair na sua própria viagem de auto descoberta.Muitas pessoas acharam muito clichê, mas as vezes a vida é tão cheia deles que combina.

Como disse, é um filme gostoso, e para acompanhar uma receita gostosa!

Cookies de Brownie

Basicamente uma receita de brownie adaptada e super rápida.

300 g de chocolate meio amargo
1/2 xícara de farinha
pitada de fermento
50g de manteiga
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícara açúcar mascavo
3 ovos
Derreta o chocolate. Junte numa outra tigela os outros ingredientes, menos os ovos e a farinha.

começando

Junte o chocolate e bata até incorporar bem o chocolate. Acrescente os ovos um de cada vez, e então a farinha.
Coloque numa forma aproximadamente uma colher de sopa da massa, separada dos outros por alguns centímentros.

blobs

Asse no forno pré-aquecido por mais ou menos 15 minutos, e voilà!

yum!

Agora é só comer e assistir! Se quiser rezar no meio disso, fique a vontade!

6 Comentários

Arquivado em aventuras culinárias, Cinema com Açúcar, passo a passo, receita