Arquivo da tag: geleia de amora

Breakfast for Lunch

não se iludam, não sou eu.

Os americanos levam muito a sério o fato do café da manhã ser a refeição mais importante do dia. Não é como aqui no Brasil que a primeira refeição do dia é um pãozinho e um “pingado”. Lá são ovos, bacon, carne(!), linguiça, panquecas, waffles, cereais, batatas fritas… E se bobear tudo isso de uma vez! E eles gostam tanto destas comida que, de vez em quando, se permitem comer elas de novo em outras refeições. Eu lembro quando eu estava no intercâmbio, a maior alegria culinária da família era comer panquecas no jantar!

Aproveitando, ou melhor, sobrevivendo ao fato de minha mãe estar aproveitando as maravilhas da Itália (veja tudo sobre a viagem dela aqui) e eu ter que fazer minhas próprias refeições, pensei em por que não experimentar fazer panquecas! Hoje em dia, em qualquer supermercado que tenha uma sessão de importados, você encontra o pancake mix, que é um pó que você adiciona só leite e ovos e vira massa de panqueca, mas eu prefiro fazer desde o começo!

Panquecas:

  • 3/4 xícara farinha de trigo (valeu amiga baiana!)
  • 1 colher de chá de fermento
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 1 colher de chá de açúcar
  • 1/2 xícara de leite
  • 1 ovo
  • 1 colher de sopa de manteiga derretida

Essa receita dá 4 panquecas de tamanho normal. Para ilustrar o post, fiz várias bem pequenininhas!

Começamos peneirando a farinha. Eu sei, peneirando. Eu admito ser aquela que sempre ignora essa parte nas receitas, mas nesta é melhor peneirar, acredite. Aproveite e já jogue junto o sal, fermento e açúcar.

peneire, please

Agora, faça um “poço” no meio da farinha e coloque ali o ovo, o leite e a manteiga derretida.

poço

Depois disso é só bater e pronto! Sério, com essa quantidade de trabalho realmente não tem porque comprar uma caixa de mix caro e industrializado, né? Agora é pegar uma frigideira bem reta, nada daquelas barrigudas. Esquentar ela um pouco e untar. Eu faço isso usando a linda da Pam, minha amada. Com uma concha, despeje a massa na frigideira. Não precisa se preocupar que ela fica redondinha sozinha.

panquequinha

Agora, o segredo é não se empolgar e aumentar o fogo. Vá com calma, veja as lindas bolhinhas subirem e garanta uma panqueca bem levinha. Uma dica é fazer cada lado apenas uma vez, e não ficar virando muitas vezes. Espere estar pronto de um lado para virar e fazer o outro. Assim a parte de virar também fica bem menos desastrosa!

virada

Eu sou fã de panquecas mais branquinhas. Mas quando for você que estiver segurando a espátula, você vai ser dono do seu próprio destino! Ou pelo menos da cor das suas panquecas!

Agora sobre coberturas! Achei no Casa Fiesta, aqui em Curitiba, o que não se pode bem chamar de Maple Syrup, e sim de Pancake Syrup. Ele tem uma base de Maple, mas é bem mais diluído, e também mais barato! Enquanto um vidrinho da calda de verdade está quase R$50,00, esta é menos de R$10,00 e é gigante! E sem falar que nos EUA é esse diluído mesmo que eles comem no café da manhã!

stack of pancakes

Ahh, o poder da fotografia. Olhando assim ninguém diz o quanto bite size essas panquecas são.

Bom, a partir daqui, vai da sua imaginação o que fazer com elas. Que tal, por exemplo, um pouco de geleia? Minha avó faz a melhor geleia de amora do mundo, com as amoras que meu avô planta e colhe! Melhor que isso, impossível!

geleia de amora

Que tal pedaços de chocolate?

chocolate chips

Dá só uma olhada naquele chocolate derretendo… Na minha opinião a melhor combinação. Eu queria testar com banana na massa, mas como já disse minha mãe está viajando e quem é que lembra de comprar banana quando vai no supermercado?! Eu que não. Você pode usar morangos, chantilly, Nutella, o que quiser! Agora ela é sua para testar!

Ah, e se você tiver crianças em casa ou for só fã da Disney como eu, que tal uma panqueca do Mickey?

mickey mouse

Fácil e sucesso garantido!

15 Comentários

Arquivado em aventuras culinárias, passo a passo, receita