Arquivo da tag: nutella

The Cake – O Senhor Bolo

Quem lê meu blog faz algum tempo, sabe que eu sou uma apaixonada por Nutella. Já mostrei o paraíso na terra, também chamado de Nutelleria, e sempre incentivo colocar Nutella em todas as receitas! Mas que tal uma receita inspirada, guiada e banhada por essa maravilha do chocolate? Foi o que fiz essa semana, e o resultado… Ah! O resultado! Vamos simplesmente chamá-lo de The Cake, ou em versão aportuguesada, O Senhor Bolo!

Começamos, é claro, pelo bolo! Eu queria um que não fosse tão doce, pra acompanhar a Nutella, mas que fosse bem rico e denso. Fui à caça de uma receita, ou seja, comecei a entrar em blogs. Infelizmente nada era exatamente o que eu queria, então resolvi criar! Vamos lá!

Bolo de Chocolate

350g farinha de trigo peneirada

5 colheres de sopa de cacau em pó

3 colheres de chá de fermento

200g de açúcar de confeiteiro

100g de açúcar refinado

4 ovos

300ml óleo de canola

300ml de leite desnatado

Comece peneirando tudo que for seco. Farinha, açúcares… Se você estiver se perguntando por que dois tipos diferentes, não tenho uma explicação muito boa. Queria usar só o de confeiteiro, mas só tinha 200g… Então, quem não tem cão (tem preguiça de sair pra comprar), caça com gato (e usa o que tem em casa!). Junte também o fermento e o cacau em pó. Gente, sério. Eu disse cacau em pó. Nada de Nescau e seus parceiros por aqui, tá? Trust me. Em outro recipiente, junte o leite e o óleo.

Junte os secos com os ovos e bata bem. Depois, vá acrescentando aos poucos o leite e o óleo. Bata só até incorporar tudo. Divida a massa em duas formas de 23 cm. Formas untadas, tá? Eu usei minha linda Pam de manteiga!

Então, forno médio por 25-35 minutos, até ele estar bem firme. Vão sair dois lindos bolos assim:

Agora um exercício para sua paciência: antes do próximo passo, espere esfriar completamente. Sim, totalmente. Eu sei, eu sei… Ali está o bolo, lindo e cheiroso. Mas espere, ele ainda não está no ponto!  Enquanto isso vá fazer o crocante de nozes!

Nozes Crocantes

100g de nozes picadas

3 colheres de açúcar

1/4 colher de sopa de manteiga

Pra saber como fazer, passe nesse post em que eu já ensinei!

Depois disso, abra uma potinho de Nutella e mande 3/4 com as nozes.

À esta altura, o bolo já esfriou! Estão começamos acertando ele, ou seja, cortando a “barriga” fora, uma lipo imediata.

Eles já acertados, coloque o primeiro no prato, coloque a Nutella com o crocante em cima. Espalhe, mas não chegue muito perto das bordas, senão quando você colocar a parte de cima, ele vai “babar” para os lados.

Hum, assim ele já seria bom! Mas ainda não tem Nutella o suficiente pra mim! Então que tal um Ganache de Nutella?

Ganache de Nutella

500g de Nutella

250g de creme de leite (do tipo “gordo”, por favor)

Sim, parece bastante, e é mesmo. Mas eu avisei que teria muita Nutella. No dia em que eu fiz, Curitiba estava, pra variar, muito fria. Então, para facilitar a minha vida, tive que colocar as Nutellas num banho maria. Confesso que gosto de pensar que elas aproveitam isso, como se estivessem numa mini-jacuzzi.

Ela parece feliz, né? Nutella feliz = bolo bom, já dizia o velho ditado. O que? Ninguém nunca falou isso? Bom, começaremos agora!

Bata a Nutella e o creme de leite até bem incorporado. Nessa hora é importante usar o creme de leite gordo, porque se você usar aqueles de caixinha, que já tem tão pouca gordura que parecem leite, é capaz de não conseguir a consistência ideal. E olha que linda a consistência ideal é:

Yum! Chegou a hora de cobrir o bolo com essa delícia! Comece colocando um pouco mais da metade em cima. E agora você tem uma decisão para tomar. Você pode escolher cobrir esse bolo de maneira uniforme e retilínea, ou de maneira bagunçada e rústica. Acho que não preciso nem dizer qual eu escolhi, né? Mas se você gosta de coisas perfeitamente alinhadas, fique a vontade!

Comecei pelos lados, e por fim cobri o topo! As camadas foram bem generosas! Se você não quiser tanta cobertura pode fazer meia receita, creio que seria suficiente. É claro que você também pode fazer a receita inteira e comer o que sobrar de colherada. Ninguém vai ver, vai fundo!

E é isso, olha só que belezura!

Lindo, né? Mas deixando ele um pouco de lado, que tal a boleira? Então, eu que fiz! Sim, eu fiz! E você também pode fazer em casa! Fiz um post convidado lá no ArteAmiga, ensinado como se faz! Vai lá ver! E agora, vamos dar uma olhada por dentro desse paraíso dos chocólatras!

Oh, boy! O bolo fica úmido e rico, enquanto o resto, bom, vocês lembram que tem Nutella!? Fica demais! É realmente um Senhor Bolo! Eu recomendo muito para todos os amantes dessa maravilha!

Anúncios

22 Comentários

Arquivado em aventuras culinárias, Curitiba, doce vida, passo a passo, receita

Trilha Sonora

Acabou de sair do forno esse bolo de Nutella! Sabia que queria fazer um bolo e que tivesse muita Nutella, mas só isso! Acabei inventando um pouco de tudo, e espero que tenha ficado bom, só descobriremos amanhã quando ele for aberto.

Mas vocês não tem a impressão que quando estão de bom humor, o bolo sempre sai gostoso? E nos últimos dois dias tem uma coisa que tem me animado, e muito! O clipe da música Oração, da Banda Mais Bonita da Cidade! Foi a trilha sonora enquanto fazia o bolo. E enquanto eu lavava a louça. E quando eu me arrumava. Tá bom, tá bom, o tempo todo!

Parece um mini mantra de felicidade, que não sai mais da cabeça! A música tá tocando em looping no meu computador desde que eu ouvi pela primeira vez.
Fora que o clipe é lindo e eles são aqui de Curitiba mesmo! Parabéns pra banda, e espero que cada vez mais gente escute e espalhe essa felicidade musical!

8 Comentários

Arquivado em aventuras culinárias, confissão na cozinha, dicas, doce vida

Roma, doce Roma

Hoje, quem vai escrever vai ser minha mãe, a Jô. Ela também tem um blog, o Arte Amiga. Ela tem porque me copiou. Sim, essa é a mais pura verdade. Feio, eu sei. Mas eu amo ela mesmo assim. E devo admitir que o blog dela… bom, pode ser que seja mais legal que o meu. Mas, vou deixar vocês serem os juízes. Já falei que vocês estão lindos hoje? Mais magros e interessantes? Bom, só comentando! Mas voltando ao assunto, minha mãe foi viajar por Roma, pra visitar meu irmão que está morando por lá. Eu sei, pobrezinho. Mas agora ela vai contar um pouco das doçuras de Roma!

“Estive em Roma e como mãe de uma doceira, prestei muita atenção aos doces romanos. Na verdade, nem precisa prestar muita atenção, pois a gente tropeça em confeitarias e sorveterias a cada 5 passos. Tudo é apetitoso e delicioso, mas eu tenho a sorte de enjoar fácil de doces, por isso preferi fotografar.

O povo italiano é movido a café. O capuccino é o preferido e qualquer hora é hora. Foi lá que nasceu o café espresso ristreto, fortíssimo. Nas cafeterias que estão a cada esquina, tem uma quantidade industrial de docinhos e cornetos, que estão ali para acompanhar o café. Ou seja, italiano passa o dia tomando café e comendo doce. No intervalo, uma pizza, é claro.

Confeitaria básica no meio do caminho. Irmão da Marina tomando um capuccino.

A confeitaria que achei mais formidável foi a Cristalli di Zucchero. E nessa viagem descobri que tem uma filial bem pertinho de um ponto turístico que muita gente adora visitar, apesar de eu não ver a menor graça nele: a Boca della Veritá. A história é que o povo vai lá para colocar a mão dentro da boca – se falar a verdade, nada acontece, mas se estiver mentindo, a boca decepa a sua mão. Programão, não?

Cristalli di Zucchero.

Sorvete é outra delícia essencialmente italiana. Os sabores são os mais variados, a textura perfeita e eles são totalmente contra usar aquela colher para fazer bolas de sorvete. O negócio é espalmar artesanalmente quantidades generosas sobre o corneto e ainda coroar com uma dose de panna (chantilly quase sem açúcar, só para calibrar calorias). E eles têm um sabor que adoro e que ainda não vi aqui no Brasil: o Fior di Latte.

Nutella é italiana, quem não sabe? Isso significa que crianças italianas têm a mesma relação com a Nutella que nós aqui temos com a margarina ou o requeijão cremoso: servem para passar no pão. Só isso para mim já era meio estranho, mas comemos um sanduiche de Nutella, com óleo de oliva e grãos de sal. Bizarro? Mas delicioso!

Sanduíche de Nutella, óleo de oliva e sal!

Quer ir visitar um amigo? Não apareça sem levar uma torta. A sorte é que em todo canto tem uma geladeira bem recheada como essa para você não aparecer de mãos abanando.

E resolvi testar e mostrar a receita do meu doce italiano preferido, sempre prontinho nas geladeiras das confeitarias, os Profiteroli al Cioccolato.

Se você, como eu, gosta de cozinhar mas acredita que dá para fazer isso de modo prático, compre profiteroles prontos em alguma confeitaria perto da sua casa. São também chamadas de Carolinas, devem ser pequenas e sem recheios. Para essa torta usei apenas 12, mas você vai definir a quantidade de acordo com a “pirâmide” que você quer fazer.

Ingredientes:

12 carolinas pequenas

Profiteroles comprados e vazios.

Cobertura de chocolate:

150 gr. de creme de mesa fresco

10 ml de leite

170 gr. chocolate meio amargo em pedaços

Coloque o creme de leite e o leite em uma panela. Quando estiver perto de começar a ferver, adicione o chocolate, desligue o fogo e mexa até dissolver os pedaços do chocolate e formar uma calda lisa e homogênea. Coloque na geladeira para atingir o ponto ideal. Enquanto isso, bata o chantilly.

Chantilly para o recheio: bater 250 gr. de creme de mesa fresco com 1 colher  de sopa de açúcar e uma colher de chá de açúcar de baunilha. Se quiser um chantilly mais leve, adicione uma clara batida em neve.

Montando a delícia: Faça um furo pequeno com o cabo de uma colher na parte debaixo do profiterole, coloque o chantilly em um saco de confeiteiro.

Furo no fundinho.

Recheando com chantilly.

Recheie os profiteroles e depois mergulhe-os na calda de chocolate. Dá um banho de chocolate, pesca a delícia toda enchocolatada  e vai montando a pirâmide. Pronto e lindo!

Banho de chocolate! Também quero!

Dá nisso…

E se você quiser assistir uma italiana ensinando a fazer esse doce, fique à vontade. Ela é bem mais disposta do que eu, ensina até a fazer a massa dos profiteroles:

Marina, adorei estar aqui! Bjo da Mamma.”

14 Comentários

Arquivado em aventuras culinárias, comendo por aí, dicas, doce universo, doce vida, doceiro convidado, passo a passo, receita, Viagem com Açúcar

In Bocca al Lupo!

Como eu falei no último post, essa vida de blog tem muitas vantagens. E essa é, quem sabe, a maior que pode vir através do blog! Estou aqui para anunciar que esta doceira amadora está a caminho de se tornar bom, menos amadora! A partir de amanhã, começo a trabalhar na Gepetto Pizza & Cucina!

O lugar ainda tem um significado especial pra mim, não só porque eles servem pizzas como esta…

E sobremesas como essa… (Não quero falar nada, mas essa delícia aqui embaixo é de Nutella! E vocês sabem como eu me sinto sobre isso.)

Mas é porque o restaurante faz parte da minha história. Tanto que nessa foto aí embaixo sou eu, de cabelo bem curtinho, a Mari, que não vive sem doces, a Ciça, que também faz doces, e atrás de nós o Gepetto! Foi no meu jantar de formatura, um ano atrás, que foi lá!

Bom, eu ainda não sei exatamente o que eu vou fazer, mas vou contando pra vocês por aqui essa minha primeira experiência numa cozinha profissional! Vamos ver o que trabalhar até nos finais de semana, de unhas curtas, sem esmalte (!) e sem maquiagem vai fazer com a minha pessoa… Mas estou super animada e não vejo a hora de começar! E todo mundo que morar em Curitiba, ou vier passar alguns dias, é bom que vá comer lá!

Claro, tenho que agradecer o Amor pela oportunidade! Não é qualquer um que dá uma chance dessas. Muito obrigada! (Gente, o sobrenome dele é Amor, tá? Não pensem que estou nessa intimidade toda com meu novo chefe, ok?)

Ah! Se você está se perguntando sobre o título, é uma expressão italiana que quer dizer Boa Sorte! E assim começa mais uma jornada.

13 Comentários

Arquivado em aventuras culinárias, Curitiba, doce vida

Scrumptious!

Scrumptious é uma palavra da língua inglesa que infelizmente não tem tradução. Fiquei conversando com uma amiga da pós, a Fer, que não só dá aula de inglês como já morou anos nos EUA, e mesmo assim não conseguimos uma palavra em português que traduzisse o que quer dizer. É uma mistura de delicioso, com gostoso, com muito mais. É aquele tipo de comida que você come se lambuzando, e a cada mordida não consegue segurar aquele “hummmm” que insiste em sair da sua boca!

panini

Eu diria que quase qualquer coisa de chocolate se classifica.

sufle

mergulhando…

hot chocolate

Mas na verdade, acho que qualquer coisa que você olhe e imediatamente te dê água na boca também pode ser descrito como scrumptious!

smores

pancakes

custard

chocolate caramel

Eu acho que o conceito é pessoal, também. Mas essas fotos com certeza são as mais scrumptious pra mim!

Ah, é claro que comida salgada também pode ser extremamente deliciosa, mas esse é um blog de doces! O que vocês esperava?

6 Comentários

Arquivado em doce universo

Eu quero! – Nutellaria

heaven

Sim, pessoal! Este lugar existe! Mas o que é uma Nutelleria, você pergunta? A resposta mais fácil seria: o paraíso.

Mas na verdade é uma loja que serve tudo com Nuttela! Dá uma olhada no cardápio!

menu

Pizza, baguete, crepe… tudo coberto com a mais deliciosa das descobertas! Agora minha pergunta é: por que não tem uma no Brasil?! Pelo que eu pude ver estas lojas de felicidade são realidade apenas na Alemanha e em algumas regiões da Itália.

oh...

Enquanto isso, a gente espera que eles abram uma por aqui. Com muita certeza ia fazer sucesso!

11 Comentários

Arquivado em eu quero!

Noite Italiana – Parte II

Ahhh, a Nutella. Meu caso de amor com essa delícia começou a muitos anos. Era aquele tipo de coisa que você só come quando viaja pra longe, nesse caso especificamente para Itália. Pra mim essa linda pasta de chocolate com amêndoas tinha cara de vó.

Até o belo dia em que a Nutella veio ao Brasil. Foi lindo. Nos apaixonamos mais ainda. Eu, criança, e ela com copos de desenhos animados. Nada faltava no nosso amor. Continuamos juntas até hoje. Claro que com o tempo você se distancia, se vê menos… Mas pra sempre ela estará no meu coração.

Então, nada melhor que um cupcake com Nutella!

Nutella + Glee = felicidade!

Fui, então, procurar receitas. Achava apenas receitas que Nutella fazia parte da massa, e acabava assando junto, o que não era minha intenção. Acho que uma das coisas que faz ser tão gostoso é a consistência dela, então porque mudar isso? Inventei, então, um outro jeito. Congelei pequenas bolinhas!

recheio

Fiz uma massa de baunilha, e no centro foram as bolinhas de chocolate.

prontos pro forno

Quando saíram do forno, constatei um pequeno probleminha. Não pensei como a Nutella seria mais pesada do que a massa, então foi uma leve surpresa quando ela se “assentou” no fundo do bolinho.

recheio caído

Bom, quem inventou a regra que recheio tem que ser centralizado? Resolvi não seguir esta convenção social, só isso! Sem falar que a Nutella ficou perfeita, na consistência que eu queria! E para finalizar, cada bolinho ainda recebeu um camada de, é claro, Nutella por cima. Porque nunca é demais!

Cupcake de Nutella