Arquivo da tag: NY Cheesecake

Cinema com Açúcar – Grey’s Anatomy + NY Cheesecake

Meu amor por Grey’s Anatomy começou anos atrás. Aliás, sete temporadas atrás. Ainda lembro quando começou a passar na Sony, eu via as propagandas e nem prestava atenção. Mas então começou a repassar a primeira temporada e eu me apaixonei! Vi aquela série que tratava de dramas de médicos dentro de um hospital e entrou rapidinho na minha lista de preferidas! Me apaixonei por quanto a Meridith era neurótica, como a Cristina era desalmada e irônica, pela inocência do George, pelo clássico McDreamy… Desde lá, muitos dos meus preferidos morreram, foram embora, mudaram… O que só deixa a série melhor, e inesperada!

Se tem uma coisa que os escritores de Grey’s sabem fazer muito bem são os últimos episódios! Confesso, e não riam de mim, que já chorei muito nos finais de temporada… Mas o final da sexta, foi magistral! O tiroteio no hospital foi o episódio mais tenso que eu já vi na série inteira!

Mas isso apenas estava mostrando o que ia ser a sétima temporada. Ela foi concentrada em mostrar o longo processo de cura que os médicos tiveram que passar. Amei ela inteira, mas separei 3 episódios que, pra mim, foram os melhores!

Episódio 06 – These Arms of Mine

Esse episódio é como se fosse um documentário sobre o hospital Seattle Grace depois do tirotei, e eu adorei porque é totalmente outro jeito de ver um drama de hospital! Como se eles pegassem os médicos em momentos mais “despreparados” e com outra visão dos relacionamentos. Sem falar que tem um transplante de braços! Sim! Um cara que perdeu os braços num acidente vai ganhar braços! De outra pessoa! Isso é demais!

Episódio 11 – Disarm

Neste você vê o Grey’s Anatomy clássico! É um episódio super dramático, pois acontece um tiroteio numa universidade perto do hospital e eles, ainda tentando se recuperar daquele que sofreram, tem que ajudar os outros. Mas ao mesmo tempo consegue encontrar espaço para o drama dos personagens, que se junta com a situação. Pode ser que eu tenha chorado. Ou chorado muito. Você nunca saberá. (Tá, eu chorei.)

Episódio 18 – Song Beneath the Song

Essa é a mistura de Glee com E.R. que você sempre quis, mas nunca soube dessa vontade! Eles descobriram e atenderam! Gente, é demais! Todos os atores cantam músicas, e não só músicas quaisquer: algumas delas como Breathe e Chasing Cars que foram de outras temporadas e então quando aparecem… Uau! É claro que em alguns momentos dá uma baita de uma vergonha alheia, porque alguns dos atores obviamente não são cantores! Mas mesmo assim é divertido, e aqueles que realmente cantam, como a Torres e o Hunt, compensam muito bem!

É claro que o final dessa temporada, como todas as outras, é demais! E deixa você um pouco desesperado porque vai ter que esperar meses para a continuação! Mas não desesperem! Falta pouco tempo para a oitava temporada, que será lançada nos EUA no dia 22/09, começar na Sony Entretainement Television! A sétima está passando atualmente nas segundas feiras, as 22h! Então se você ainda não viu, tem um tempinho pra correr atrás do prejuízo!

Agora vamos à receita! Um cheesecake, que mesmo sendo da cidade de onde a série acontece, vai acompanhado de uma calda vermelha. Bem vermelha. E por que não vermelho… sangue?

 NY Cheesecake

Começamos pela casquinha! Você vai precisar de:

230g de bolacha Maria

110g de manteiga derretida

1/2 xícara de açúcar

Comece batendo bem as bolachas no liquidificador, até elas ficarem um pó bem fino.

Parece fácil falando assim, mas me deu um trabalhão. Eu e meu liquidificador estamos em crise. É um assunto delicado, prefiro não comentar… Mas continuando! Junte a manteiga e o açúcar até ficar uniforme e coloque com as mãos numa forma de fundo removível untada. Assim, você deveria fazer uma coisa uniforme e certinha, eu não me dei ao trabalho, aparentemente. Isso porque na hora achei lindo, agora vendo a foto… not so much.

Acontece! Enquanto você faz a massa, coloque a forma com a casquinha no freezer para assentar. E vire-se para trás e contemple a maravilha que mora nesse momento no balcão da sua cozinha: SETE unidades de Philadelphia! Ai, que lindo! Juro que me emociono! Bom, antes de começarmos a massa, vamos ter uma conversinha. Sim, Philadelphia é caro. Sim, existem outros creamcheeses que você pode usar. Mas não, o resultado não será o mesmo. Triste, porém verdade.

Ingredientes:

1,1kg de creamcheese Philadelphia (você leu certo, é mais de um kilo!)

1 3/4 xícara de açúcar

3 colheres de sopa de farinha de trigo

2 colheres de chá de raspas de limão

5 ovos grande

2 gemas

1/2 colher de chá de essência de baunilha

Bata o creamcheese, a farinha, o limão, a baunilha e o açúcar, até estarem bem incorporados. Depois adicione os ovos e as gemas, um a um, em velocidade baixa. Depois de bater cada um, pare a batedeira e raspe os lados. Vocês bem sabem que eu sempre ignoro esses passos de coisas que pra mim parecem dispensáveis, assim como peneirar a farinha ou raspar os lados do bowl. Mas nesse caso, acredite! Ou você faz isso ou vai acabar com faixas de creamcheese não misturadas depois!

É só derramar essa linda piscina branca na casquinha e mandar para um forno pré aquecido a 300 graus. Deixe assar por uns 15 minutos nesta temperatura, ou até ele estar bem estufado. Fique de olho pois neste ponto ele pode queimar rapidinho. Depois deste tempo, abaixe o forno para 100 graus e deixe assar por mais ou menos uma hora. Ele vai estar bem firme nas beiradas, mas ainda um pouco mole no centro. Depois de tirar, deixe esfriar bem e então coloque na geladeira por no mínimo 6 horas antes de servir.

Enquanto ele assa você pode aproveitar para fazer a calda de morango. Esta não podia ser mais fácil! Pique umas três xícaras de morango, adicione 3/4 de xícara de açúcar e um pouco de suco de limão. Coloque numa panela em fogo baixo até chegar no ponto que você quiser.

Infelizmente, como não esperei esfriar totalmente antes de colocar na geladeira (amadora), o meu rachou. Na verdade ele implodiu. Mas falar que rachou parece menos dramático.

Mas não foi um problema! Ele ficou na textura perfeita e, seguindo a tradição dos cheesecakes de NY, na altura perfeita! Ele não é doce demais, e quando você combina com o azedinho da calda de morango… Fica irresistível!

Meu conselho é fazer um desse, pegar a sétima temporada de Grey’s Anatomy e passar um final de semana muito feliz!

Anúncios

14 Comentários

Arquivado em Cinema com Açúcar, passo a passo, receita