Arquivo da tag: Viagem

voltas e mais voltas

Imagem

Parece que faz um ano que eu escrevi no blog falando que eu era como o menino que gritava ‘lobo’ de tanto que grito ‘voltei’, né? Mas aí que você se engana. Fazem só 11 meses. Super diferente. E como vergonha foi sempre algo que faltou na minha cara, cá estou eu de novo pra gritar VOLTEI!

Muita coisa aconteceu na minha vida desde que o hiato do blog começou. Mudei de país, fui morar na Itália. Girei por lá e aprendi muito por lá. Conheci a Espanha e fui me apaixonar por Paris. Acabei na Grécia, onde até fugi um pouco da praia pra aprender um pouco dos doces gregos.

Imagem

(resumo da vida, cortesia do Instagram)

Mas depois da volta ao mundo é hora da volta pra casa! E desta vez é pra ficar! Então se preparem pra muita novidade, dicas de viagens, livros, receitas, nome para seus filhos… Tá, quem sabe não tanto. Mas muita coisa gostosa vai vir por aí!

PS: Um obrigada especial pra quem mandou mensagens, falou pessoalmente, comentou no blog, Facebook, Instagram e até mandou pombo correio pedindo pro blog voltar! Vocês são extra lindos!

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em aventuras culinárias, comendo por aí, doce vida, Paris, Roma, Viagem com Açúcar

uma viagem do Peru!

20121205-082305.jpg

Essas últimas duas semanas foram muito cheias de novidades, e pode ter certeza que tudo em breve será compartilhado aqui! Mas nesse momento estou fazendo coisas bem chatas tais como a na foto aqui de cima… Ta, NADA chatas! Um tur pelo Peru liderado por um peruano não é nada mal! Mas nem tudo são passeios e comilanças (mesmo que a maioria seja bem isso…). Hoje estou indo aprender tudo sobre doces peruanos com uma Chef Patissiere aqui de Lima! Então ainda mais novidades a caminho.

Enquanto isso, fico aqui tomando café da manhã com um papagaio que acha que é um cachorro e adora colo e carinho! Conheçam o Lorenzo!

20121205-085102.jpg

1 comentário

Arquivado em aulas na cozinha, aventuras culinárias, Peru, Viagem com Açúcar

In Natura

Cheguei! Depois de 40hs de viagem, nas quais tudo que podia dar errado aconteceu… Mas não importa! Aqui estamos e, como vocês podem ver pela foto, mais felizes impossíveis!

Agora, acho que eu posso ter ofendido o poder da internet dizendo que quem sabe não conseguiria postar daqui, porque tem internet por tudo! Na verdade nos restaurantes, então quando paramos pra comer, checamos como vai o mundo real. Agora estou no Café del Mar, que fica acima de Vromolithos, a praia atrás de mim, onde ficam todos esses barcos. Tomando um suco de laranja, e considerando pedir um mojito, vou escrevendo…

Como sempre, desde que cheguei aqui, as pessoas dizem que eu tenho muita cara de grega. E tenho mesmo. Vendo as pessoas daqui, dá pra ver bem as semelhanças. E é engraçado porque isso te dá uma sensação de casa!

Fora eu, muito mais coisas estão em casa por aqui. Tudo está ali, fresco e pronto para comer. Que tal, por exemplo, essa árvore de amêndoas na varanda de casa?

Já estou colhendo as maduras para fazer uma torta!

No caminho para praia também tem várias delícias. Como alcaparras que literalmente cascatam até a rua.

E os figos, que ainda não estão bem no ponto, mas quando estiverem, deixam um cheiro de mel do ar que é inacreditável…

É claro que isso sem falar dos frutos do mar! Estando numa ilha, eles são o ponto forte! Outro dia pedi um peixe no restaurante, e me chamaram pra ir escolher. É normal você ver alguém sair do mar segurando um polvo que acabou de pescar! E que logo, logo vai pra grelha. E o fator de quanto a comida é fresca… da outro gosto! Tudo fica melhor. Aí vai uma foto da salada grega (da minha mãe é claro, eu estava nos frutos do mar) que veio com um pimentão em forma de coração! É muito amor mesmo!

4 Comentários

Arquivado em comendo por aí, doce vida, Viagem com Açúcar

Heaven, here we go!

Como já falei algumas vezes no blog, venho de uma família internacional. Um pai italiano, uma avó grega, uma tia quase peruana, primos americanos… Bom, a gente se espalha! E pra falar a verdade, isso pode ser muito ruim. É impossível reunir a família inteira, então você está sempre com saudade de alguém. Mas como tudo na vida sempre tem o lado bom, e nesse caso ele é muito bom: as visitas!

O que me leva às próxima três semanas! Estou nesse momento, indo para a Grécia, passar um tempo com a família. Nossa casa fica numa ilhazinha no meio do nada, chamada Leros, e lá estarei pegando sol, andando por ruazinhas cheias de escadas, vendo o sol se pôr as 22h e comendo suvlakis. Nada mal, né?

Tá bom, não é todo esse glamour. Nós todos estamos muito animados esse ano porque  –  preparem-se  –  temos um chuveiro dentro de casa!!! Sim, que maravilha! Porque antes era assim que a gente tomava banho:

Sim, era isso aí mesmo… Sem falar que ficava no pátio ao lado da cozinha, onde a família inteira fica para conversar. Super privativo. Mas agora somos chiques e poderemos tomar banho dentro de quatro paredes, com um privilégio de privacidade!

Estaremos na casa da família, que – pasmem – não é branca! Não, ela é amarela. Por que? Porque somos rebeldes.

Olha eu e minhas primas na frente da amarelinha, dois anos atrás! Assim fica mais fácil de achar o caminho pra casa. Aquele lá no topo é o castelo da ilha, e tem um caminho atrás da casa que leva até lá. Você só tem que subir alguns milhares de degraus. Coisa que eu faço todo dia de manhã. (cof, cof!)

Mas então é isso! Ainda não sabemos como vai ser a nossa internet por lá, mas tentarei postar e mostrar tudo por aqui! E, é claro, seduzir um grego gato para me ensinar alguns doces típicos da ilha! Torçam por mim!

Au revoir! Ou, como diriam os gregos, αντίο!

PS: Começamos bem! O voo São Paulo – Roma foi atrasado apenas 7hs, o que quer dizer que perderíamos todas as conexões! Sendo assim, mudamos tudo e estamos começando a viagem 12hs depois do esperado, com muito mais parada e uma chegada na ilha um dia depois! Oh my….

8 Comentários

Arquivado em doce vida, Viagem com Açúcar

Macarons da Ladurée!

Tenho dois primos que cresceram comigo. Entre cinemas, idas à chácara, almoços na casa dos avós, videogames e dormidas na casa um dos outros, acho que eles deixaram de ser meus primos e viraram meus irmãos. E nós quatro, junto com meu irmão de verdade, nos completamos. Somos bem diferentes, mas juntos a gente faz sentido.

Bom, meu priminho, Marcelo, foi fazer uma viagem, a clássica Eurotrip. Priminho é modo de dizer, sendo que ele deixou de ser menor que eu faz uns 8 anos. Mas ele sempre vai ser mais novo! Bom, lá foi ele, viajar. E que viagem, hein! Antes de ele abandonar o Brasil por quarenta dias pra se divertir com quatro amigos, ele perguntou se eu queria alguma coisa. Ou eu que me escalei. As memórias não estão bem claras… Mas o importante é que eu fiz meu pedido: macarons da Ladurée.

E quando ele voltou, olha o que voltou com ele! Uma linda caixa cheia de macarons de todos os sabores!

Ah, que lindo! Bom, daí eu precisava saber do que cada um era, né? Na verdade não precisa, mas nessa hora de dá uma crise de “Feijõezinhos de Todos os Sabores” e eu preciso saber! Então entrei no site da Ladurée e dei uma coladinha…

E agora nós estamos aos poucos nos aventurando pelos sabores! Já experimentamos de chocolate, maçã verde, limão, raspberry e blackcurrant violet (seja lá o que isso seja).

E, acreditem, eles merecem a fama! Na consistência perfeita, com sabores maravilhosos! Isso é, menos o de maçã, que parecia chiclete! Mas sabe, ninguém é perfeito!

E fora esse presente maravilhoso, meu primo lindo ainda me trouxe esse avental e luva de forno de cupcakes? Podia ser mais fofo?

É muito amor!

E é claro, uma menção especial pra Mel, a amiga do Marcelo, que trouxe os macarons na mão pra mim, pra que não estragasse na mala! Muito obrigada!

6 Comentários

Arquivado em dicas, doce vida, Viagem com Açúcar

It’s official!

Todo mundo que lê meu blog tem acompanhado meu caminho me afastando do “amadora” e me levando a ser uma doceira de verdade. Tem um passo que está sendo planejado faz tempo, mas eu ainda não contei. Isso é, ainda não contei aqui! Isso porque eu estou tão animada que eu raramente falo em outra coisa, conto pra todo mundo, e se você me encontrou na rua esses tempos já deve saber. Mas hoje dei o primeiro passo oficial, mandei o application e minha vaga está reservada! Vaga do que, você me pergunta. Eu respondo: Institute of Culinary Education!

Depois de muita pesquisa de cursos, achei a ICE! Com os melhores professores, melhores equipamentos e melhor currículo, é claro que foi a escolhida!

Vou fazer dois cursos: Pastry & Baking, que engloba toda a parte de doces e de panificação. A escola ensina culinária de vários países, começando pelo clássico francês e indo em direção ao contemporâneo.
Chato, né? E junto, vou fazer também o Culinary Management, que é uma administração de restaurantes, que ensina desde a formulação de um menu a como fazer pedidos e lidar com garçons!

Se você não conhece a escola, mas assiste Top Chef, saiba que muitos dos participantes são alunos de lá, e na temporada do Just Desserts alguma provas são feitas lá mesmo!

O mais bacana dessa escola é que, depois de 9 meses de aulas, você tem 3 meses de estágio nos restaurantes, hotéis e buffets de NY! E olha que os caras tem contatos, hein? Se você ver a lista dos que eles indicam, acredite, é de babar.

Gente, é claro que, como tudo na vida, ainda não é 100% de certeza. Nada é, né? Mas tudo parece estar dando certo com os documentos, inscrição, e até já achei onde morar. Sim. Morar. Em NY. Alguém me belisca?

Toda vez que penso que em poucos meses eu posso estar morando na cidade mais legal do mundo eu não consigo evitar e faço uma dancinha assim:

Acreditem, esse Yoda dançando é uma ótima representação do que realmente acontece. Até a altura.

Mas claro, alguns reconhecimentos são necessários! Primeiro, para a Ana Paula, da Unimundo. Sete anos atrás, fui para os EUA fazer intercâmbio, e agora vou com ela de novo! Quem tiver pensando em viajar, eu indico! É uma tranquilidade gigante ter alguém de confiança na hora de lidar com coisas tão legais, como visto e documentação.

E é claro, pros meus pais. Desculpa aí, mas eles são os melhores do mundo! Não adianta ter sonhos sem alguém pra te apoiar, e isso eu tenho. Ah, como eu tenho.

7 Comentários

Arquivado em aulas na cozinha, aventuras culinárias, doce vida, Viagem com Açúcar